TAM será multada pelo Procon de Florianópolis por aumento no preço das passagens aéreas durante a Co

11/11/2013

A TAM Linhas Aéreas será multada pela Secretaria de Segurança e Defesa do Cidadão, do Procon de Florianópolis, porque não sustentou os argumentos defendidos para o aumento dos bilhetes aéreos durante o período da Copa do Mundo. A companhia foi a única, até agora, a apresentar uma justificativa sobre o aumento.

Segundo pesquisa realizada pelo Procon, o preço das passagens aéreas em junho e julho do ano que vem subiu até 500% nos sites das quatro companhias aéreas.

O secretário de Segurança e Defesa do Cidadão, Raffael de Bona Dutra, diz que amanhã a secretaria se pronunciará sobre a ação. As outras três empresas que atuam no Aeroporto Internacional Hercílio Luz — Gol, Azul e Avianca — ainda não apresentaram documentos. A data limite é nesta segunda-feira, até as 18h.

Ainda segundo Dutra, a TAM irá sofrer autos de infração. A multa aplicada varia de acordo com o faturamento da empresa, mas pode chegar a R$ 3 milhões. Até hoje, a mais alta aplicada pelo Procon da Capital foi de R$ 1 milhão.

Procon de Florianópolis notifica companhias aéreas pelo preço das passagens no período da Copa do Mundo

Já as companhias aéreas que não responderem à notificação do Procon, emitida no último dia 31, sofrerão multa automática por desobediência, de até R$ 100 mil, também conforme o faturamento da empresa. Além disso, será instaurado um processo administrativo, em que as companhias aéreas terão mais cinco dias para responder ao órgão fiscalizador.

O secretário ressalta as empresas que não protocolarem novamente uma defesa poderão ter o guichê de vendas fechado no Aeroporto Internacional Hercílio Luz.

Hotéis da Capital serão notificados amanhã

Assim como ocorreu com as empresas aéreas que atuam em Florianópolis, amanhã é a vez dos hotéis do município serem notificados pelo aumento do preço nas diárias durante o período da Copa do Mundo. Segundo Dutra, a intenção do Procon é verificar se há justificativa real para o aumento dos preços durante os meses de junho e julho do ano que vem.

Ainda que a Capital não seja sede de jogos da Copa do Mundo, há a possibilidade de o município ser um centro de treinamento para as seleções que disputam o campeonato.

Fonte: DIÁRIO CATARINENSE

SD REGULADORA DE SINISTRO © 2011

ITAJAÍ/SC - 47 3368-6248 - regulacao@sdreguladora.com.br - Rua Almirante Tamandaré. 393 - Centro - CEP: 88301-430
QUAX Design Inteligente