Inquérito sobre morte após espancamento em Jaraguá do Sul sugere dupla internação

18/05/2011

O delegado David Queiroz de Souza, concluiu nesta terça-feira o inquérito policial que investiga o assassinato do jovem Rafael Sant'Ana, 18 anos, morto na saída de uma festa, em Jaraguá do Sul.

A Polícia Civil recomendou à Promotoria de Infância e Adolescência a internação de dois rapazes de 17 anos, suspeitos de envolvimento na agressão. O autor das facadas confessou o crime, e já está apreendido no Centro de Internação Provisória (CIP) de Caçador, no Meio Oeste.

O adolescente que chega logo em seguida para agredir a vítima - segundo asimagens gravadas pelas câmeras de monitoramento da boate - foi transferido para o CIP de Joinville na última sexta-feira.

— Os menores vão ficar, a princípio, seis meses internados nos CIPs. A cada seis meses, é feita uma nova avaliação pela Promotoria de Infância, que irá definir se eles cumprirão mais seis meses apreendidos. O tempo total que eles podem ficar internados é de três anos — afirmou o delegado.

Já os dois suspeitos maiores de idade, Alex Maia, de 18 anos, e um outro homem de 18 anos, poderão ter consequências mais graves. Eles foram indiciados por homicídio qualificado e podem ser levados a júri-popular. Se condenados, eles podem pegar até 30 anos de prisão.

Alex Maia foi preso pela Polícia Civil no dia 10 de maio, e confessou participar da agressão. Ele está no Presídio Regional de Jaraguá do Sul. O outro suspeito responderá o processo em liberdade.

Um quinto adolescente de 17 anos foi detido pela Polícia Civil, suspeito de envolvimento na agressão. Mas ele também foi liberado pelo delegado David. Ele estaria com o grupo, porém, sua participação no crime não foi confirmada.


Fonte: A NOTÍCIA

SD REGULADORA DE SINISTRO © 2011

ITAJAÍ/SC - 47 3368-6248 - regulacao@sdreguladora.com.br - Rua Almirante Tamandaré. 393 - Centro - CEP: 88301-430
QUAX Design Inteligente