Polícia identifica quatro pessoas que presenciaram a agressão envolvendo lutadores de MMA gaúchos

09/07/2013

Mais quatro pessoas foram identificadas na briga envolvendo lutadores de MMA gaúchos em posto de combustíveis de Camboriú. Segundo a delegada Daniela Souza, com o auxílio das imagens, a investigação identificou a mulher que teria sido assediada por Maiquel Falcão, o namorado dela, a amiga da mulher e um dos suspeito pela agressão a Kauê Mena. De acordo com Daniela, dos quatro, até agora o suspeito foi o único ouvido. Os outros três que presenciaram a agressão são aguardados para prestar depoimento.

— Esperamos ouvir a mulher, o namorado e a amiga para entender melhor a situação. Até o momento não temos como dizer quem foi vítima e quem é suspeito. Essa definição só ficará clara ao fim do inquérito — diz.

Daniela enfatiza que a atitude de Maiquel em relação à mulher também será considerada na investigação. Kauê, que foi gravemente ferido durante a briga, permanece internado em estado grave e respira com a ajuda de aparelhos. De acordo com Adriel Coelho, amigo da vítima, Kauê teve uma leve melhora nesta terça-feira.

Os dois principais agressores que aparecem na imagem batendo com um pedaço de madeira no jovem e o que aparece chutando Kauê enquanto ele está desmaiado, ainda não foram identificados.

Entenda o caso

Durante a madrugada de sábado, câmeras de segurança de um posto de combustíveis gravaram o lutador de MMA Kauê Mena sofrendo agressões por um grupo de pessoas. A briga foi ocasionada após Maiquel Falcão, também lutador, ter assediado uma garota que estava no caixa da loja de conveniências. Após a situação, os amigos da moça vieram tirar satisfações com Maiquel e o conflito começou dentro da loja, seguindo para a parte de fora. As imagens mostram pelo menos 10 pessoas envolvidas no conflito e uma delas aparenta utilizar um pedaço de madeira para atingir Kauê. O jovem, de 22 anos, caiu desacordado e mesmo assim continuou sendo agredido com socos e pontapés.

Os atletas

Maiquel Falcão tem 29 anos e é bastante conhecido no mundo das lutas. Ele chegou a assinar contrato com o UFC, mas a direção do evento, o maior do mundo das artes marciais mistas, resolveu rescindir. O motivo foi um problema que o lutador teve com a Justiça. Em 2010, ele foi preso em Pelotas (RS), acusado de agredir uma mulher em uma boate em 2002. Ele chegou a ficar detido por dois anos em regime semiaberto. Depois disso, voltou às lutas e agora tem contrato com o Bellator, evento internacional de MMA.

Já Kauê Mena está começando no esporte. Com apenas 22 anos, o cartel dele tem sete vitórias em oito lutas, sendo cinco delas por nocaute. A última luta dele foi em um evento chamado AVF, em Rio do Sul.

Os dois são do Rio Grande do Sul e se mudaram para Balneário Camboriú para treinar.

Fonte: O SOL DIÁRIO

SD REGULADORA DE SINISTRO © 2011

ITAJAÍ/SC - 47 3368-6248 - regulacao@sdreguladora.com.br - Rua Almirante Tamandaré. 393 - Centro - CEP: 88301-430
QUAX Design Inteligente