Criança de um ano e quatro meses morre depois de ser agredida e torturada, em Campo Alegre

17/05/2011

Vai ser enterrada às 16 horas desta terça-feira, a pequena Anabeli Gomes de Freitas, de um ano e quatro meses. A polícia diz que ela foi morta pelo padrasto na tarde de segunda em Campo Alegre, no Planalto Norte. Um dos motivos seria o choro dela.

Anabeli já chegou morta no Hospital Salvatoriano São Luiz. As marcas de agressões chamaram a atenção dos enfermeiros e administradores da unidade de saúde que, prontamente, acionaram o Conselho Tutelar da cidade.

A polícia foi avisada e não demorou muito para encontrarem o jovem Luciano Antônio da Silva, 29. Ele foi encontrado perto do hospital e, no início da noite de segunda, teria confessado que agrediu a menina.

Conforme o delegado Fernando Lúcio Mendes, o rapaz deu vários motivos para ter batido e até mesmo queimado Anabeli.

— Ele foi preso em flagrante e vai responder por crime de tortura qualificado por morte. Vamos continuar as investigações e ver se terá mais novidades no caso.

Luciano foi transferido nessa tarde para o Presídio de Mafra. A mãe da criança, Sirlei de Fátima Lima, 36, estava em Jaraguá quando ocorreu o crime. Ela não acreditava no que tinha acontecido.

— Ele sempre demonstrou ter carinho e cuidado com minha família e agora isso. Cadeia é pouco para esse monstro!


Fonte: DIARIO CATARINENSE

SD REGULADORA DE SINISTRO © 2011

ITAJAÍ/SC - 47 3368-6248 - regulacao@sdreguladora.com.br - Rua Almirante Tamandaré. 393 - Centro - CEP: 88301-430
QUAX Design Inteligente