Professor da rede estadual em SC dará aula de 30 minutos até início da greve, dia 18

12/05/2011

Depois da decisão pela greve na próxima quarta-feira, dia 18, os professores da rede estadual de ensino de Santa Catarina darão aulas de 30 minutos desta quinta até a terça-feira.

Nestes quatro dias em que as aulas serão reduzidas em 15 minutos, os trabalhadores da educação dizem que vão esclarecer os motivos da greve à comunidade escolar.

A decisão foi tomada nesta quarta-feira em uma assembleia que reuniu cerca de 8 mil trabalhadores de educação em Florianópolis. Depois da decisão unânime de greve, eles tomaram as ruas da Capital para protestar e cobrar o pagamento do Piso Nacional da Categoria, de R$ 1.187,97, aprovado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no último dia em 7 de abril.

Além da implementação do piso, o magistério de SC, quer a aprovação do Plano Nacional de Educação, a realização de concurso público para ingresso no magistério, o fim do processo de municipalização do Ensino Fundamental, a suspensão do processo de terceirização da merenda, a aprovação da Lei do ACT, melhorias estruturais nas escolas da rede e a valorização da escola pública.

Na terça-feira, a Secretaria de Estado de Educação anunciou o pagamento do piso para 8,8 mil professores que ainda não recebiam a quantia. Mas consideraria o salário base e os abonos no valor, o que não é aceito pela categoria.

Os professores entendem que o piso é salário e não a remuneração total do contracheque. O valor certo, segundo eles, seria R$ 1.597, que soma o valor do piso mais os abonos.

A rede estadual de ensino de SC tem cerca de 700 mil alunos matriculados em 1.350 colégios.


Fonte: DIÁRIO CATARINENSE

SD REGULADORA DE SINISTRO © 2011

ITAJAÍ/SC - 47 3368-6248 - regulacao@sdreguladora.com.br - Rua Almirante Tamandaré. 393 - Centro - CEP: 88301-430
QUAX Design Inteligente