Após mortes em UTI, Polícia Civil prende médica em Curitiba

19/02/2013

Uma médica do Hospital Evangélico de Curitiba, um dos maiores da cidade, teve a prisão temporária decretada na manhã desta terça-feira. A Polícia Civil investiga possíveis mortes na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da instituição. A profissional ficará detida enquanto o caso é apurado.

De acordo com o Jornal Hoje, da Rede Globo, a chefe da UTI é suspeita de praticar eutanásia em vários pacientes. Entretanto, para o jornal Gazeta do Povo, a Polícia Civil não confirmou a informação e disse ainda que o caso é sigiloso. O jornal ainda afirma que policiais recolheram documentos e funcionários foram até a delegacia prestar depoimento nesta manhã.

Fonte: ZERO HORA

SD REGULADORA DE SINISTRO © 2011

ITAJAÍ/SC - 47 3368-6248 - regulacao@sdreguladora.com.br - Rua Almirante Tamandaré. 393 - Centro - CEP: 88301-430
QUAX Design Inteligente