Sepultada idosa que foi atacada por abelhas em Schroeder, Norte de SC

03/09/2012

Uma pessoa ativa, tranquila e com "saúde para dar e vender". É assim que familiares e amigos viam a aposentada Arminda Vogel Ludtke, 93 anos, que morreu na noite de sábado após ficar 18 dias hospitalizada por causa de um ataque de abelhas. A moradora de Schroeder, Norte de SC, foi sepultada neste domingo, no Cemitério Municipal.

A vizinha Angelina Meyer, 57 anos, diz que a idosa tinha uma rotina de atividades, apesar da idade avançada. Angelina conta que Arminda morava sozinha e tinha o costume de caminhar todas as manhãs pelo quintal.

— Era uma mulher muito saudável. Dava conta de fazer todo o serviço de casa e ainda plantava aipim e cará. Estamos muito tristes com tudo o que aconteceu. É uma pena que tenha morrido desse jeito —, lamenta Angelina.

Arminda morava no bairro Schroeder 1, era viúva e tinha três filhos e quatro netos. Um dos filhos, Rolando Ludtke, mora na mesma rua e foi quem prestou socorro no dia em que a mãe levou pelo menos 400 picadas de abelhas enquanto caminhava no quintal. Ele e a mulher também foram atingidos, mas foram medicados e receberam alta no mesmo dia.

A aposentava ficou internada na UTI do Hospital São José, de Jaraguá do Sul, até semana passada, quando foi transferida para um quarto. Segundo familiares, ela apresentava melhora, mas ainda estava debilitada e falava com dificuldade.


Fonte: A NOTÍCIA

SD REGULADORA DE SINISTRO © 2011

ITAJAÍ/SC - 47 3368-6248 - regulacao@sdreguladora.com.br - Rua Almirante Tamandaré. 393 - Centro - CEP: 88301-430
QUAX Design Inteligente