Idoso de 88 anos é amarrado e morto na Grande Florianópolis

17/08/2012

Ele andava sempre pelo bairro com uma sacolinha de plástico com dinheiro miúdo. José Lino Lon, 88 anos era aposentado, recebia um salário mínimo e morava sozinho em uma casa simples no bairro Passa Vinte, Palhoça, Grande Florianópolis.

Costumava fazer economias e guardá-las em casa. Uma vez chegou a ter R$ 8 mil.
José Lino foi encontrado morto com as mãos amarradas com fita crepe e os pés com pedaços de tecido. O corpo estava em cima da cama quando seu sobrinho o encontrou, por volta das 15h desta quinta-feira.

Informações preliminares da perícia apontam que o aposentado teria sido assassinado na madrugada de quinta-feira por asfixia. A princípio nenhuma marca de tiro ou faca foi encontrada no corpo.

A polícia trabalha com a hipótese de latrocínio (roubo seguido de morte) praticado possivelmente por alguém da vizinhança que conhecia os hábitos de José Lino Lon.

Fonte: DIÁRIO CATARINENSE

SD REGULADORA DE SINISTRO © 2011

ITAJAÍ/SC - 47 3368-6248 - regulacao@sdreguladora.com.br - Rua Almirante Tamandaré. 393 - Centro - CEP: 88301-430
QUAX Design Inteligente