Polícia Militar encontra três corpos, armas e malote bancário em Chapecó

18/07/2012

O disparo de vários tiros em uma casa chamou a atenção dos vizinhos na Rua Dom Carlos Eduardo de Mello, no Bairro Presidente Médici, em Chapecó. No interior, a Polícia Militar encontrou três corpos, duas armas, rádios na frequência policial e cerca de R$ 3.200, além de coletes e um malote bancário vazio.

Quando entraram na casa, os policiais encontraram os corpos de Cassiano Fernando Morais, de 27 anos, e de Daniela dos Santos Chagas, 24, no chão da sala. Foram achados R$ 692 com o corpo de Cassiano.

Também havia 18 cápsulas de pistola 9mm e .40 espalhadas pelo chão, dois revólveres calibre 38 com o total de 10 munições intactas, dois rádios HTS sintonizados na frequência da PM e o malote verde com a logomarca do Sicoob.

Conforme os dados da PM, Cassiano tinha passagens anteriores por furto, tráfico e posse de drogas. Ele estava em liberdade provisória. Esta era a mais recente tentativa de matá-lo, depois de ele ter sido atingido com três tiros, sendo um no abdômem, um na perna e outro no braço, em 26 de fevereiro.

Cassiano tinha 17 passagens pela polícia, sendo a maior parte por furto de veículo e em residência, tentativa de furto, perturbação, furto em veículo, tráfico e posse de drogas.

Enquanto a Polícia Civil e os técnicos do Instituto Geral de Perícias (IGP) recolhiam os corpos e realizavam uma perícia preliminar no local quando encontraram um terceiro corpo atrás da cama, em um dos quartos, e dois coletes balísticos.

O homem, identificado nesta quarta-feira como sendo Juliano Francisco Melara, de 25 anos, estava com R$ 2,6 mil no bolso da calça. Ele tinha oito registros de crime, entre eles roubo e furtos. Também havia um mandado de prisão por roubo e extorsão emitido no dia anterior pela Comarca de Xaxim contra ele.

Uma das suspeitas da PM é que o triplo homícidio seja resultado de um acerto de contas entre os três mortos e outros criminosos, uma vez que as armas, o dinheiro e os rádios não foram levados. A Polícia Civil começará a investigar o caso a partir desta quarta-feira.


Fonte: DIÁRIO CATARINENSE

SD REGULADORA DE SINISTRO © 2011

ITAJAÍ/SC - 47 3368-6248 - regulacao@sdreguladora.com.br - Rua Almirante Tamandaré. 393 - Centro - CEP: 88301-430
QUAX Design Inteligente