Preso por tráfico no Sul de SC usava filhos para vender cocaína, diz polícia

10/07/2012

Dois adolescentes de 16 e 17 anos de idade eram usados no tráfico de drogas pelo próprio pai. A informação é do titular da Delegacia de Orleans, delegado Ulisses Gabriel.

De acordo com o policial, o homem é o principal atacadista de cocaína do Sul de Santa Catarina. O suposto traficante foi preso nesta terça-feira, na Operação Osiris, de combate ao tráfico na região.

— Os filhos entregavam a droga e vendiam. Eles não foram apreendidos em flagrante, mas um deles dará depoimento aqui na DP — disse o delegado.

Por usar os filhos no comércio ilegal, o preso será indiciado por corrupção de menores. Também será indiciado por tráfico de drogas, associação para o tráfico, e receptação.

O criminoso estava em uma de suas duas casas, em Içara, quando a polícia chegou, por volta das 7h desta terça. Ele e um comparsa estavam com a aparência cansada e possivelmente sem dormir. Dinheiro e cerca de meio quilo de cocaína e crack foram encontrados na casa do suposto traficante. A droga estava embalada, pronta para o comércio.

Enquanto o suposto atacadista era preso, traficantes menores, supostamente abastecidos por ele, também foram detidos. Entre 5h30min e 11h desta terça, 23 dos 26 mandados de prisão e todos os 18 mandados de busca e apreensão foram cumpridos nas cidades de Orleans, Lauro Müller, São Ludgero, Criciúma e Içara. A maioria será indiciado por tráfico e associação ao tráfico.

Todos os detidos prestarão depoimento e serão transferidos para o Presídio Regional de Criciúma. Dois homens presos na operação são suspeitos de detonar com dinamite um caixa eletrônico em Orleans, há dois meses. A Operação Osiris continua.

Polícia investiga conexão entre criminoso do Sul e chefões do tráfico de SC

O suspeito de usar os filhos no tráfico é natural de Criciúma e ficou três anos preso por tráfico em 2007. Segundo o delegado Ulisses ele trafica cerca de três quilos de cocaína por mês e distribui pela região Sul.

A operação é resultado de 60 dias de investigação mais "intensificada", segundo o delegado Ulisses, mas desde o ano passado a rede que abastece de drogas a região Sul de SC é investigada.

Em outubro de 2011, 17 criminosos foram presos em flagrante e preventivamente. Todos com indícios de vínculo com o suposto atacadista.

De acordo com o delegado Ulisses, o suspeito compra a cocaína no Brasil. Há suspeita de conexões entre ele e chefões do tráfico, acima dele, em SC. Ulisses informou que o preso fazia contatos no Rio Grande do Sul, que ia ao Estado vizinho constantemente. Mas não há provas de que comercialize drogas para o RS.

Mais de 100 policiais de toda Santa Catarina participaram da Osiris

A operação foi batizada com o nome de um deus grego que também significa "ousar".

— Nossa unidade tem um quadro reduzido. De certa forma fizemos um trabalho grandioso e tivemos a ousadia de fazer algo desse porte — comentou o delegado Ulissses.

Participaram da operação mais de cem policiais civis das DPs de Orleans, Lauro Müller, Braço do Norte, São Ludgero, Urussanga, Criciúma, Araranguá, Santa Rosa do Sul, São João do Sul, Passo de Torres, Sombrio, Maracajá, Morro da Fumaça, Nova Veneza, Siderópolis e Içara.

Também participaram policiais da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic), da Divisão de Investigações Criminais (DIC) de São Joaquim, Lages, Tubarão e Araranguá, e do Serviço Aéreo Policial (Saer).

Um policial militar integrou a operação pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do MPSC.


Fonte: DIÁRIO CATARINENSE

SD REGULADORA DE SINISTRO © 2011

ITAJAÍ/SC - 47 3368-6248 - regulacao@sdreguladora.com.br - Rua Almirante Tamandaré. 393 - Centro - CEP: 88301-430
QUAX Design Inteligente