Polícia apresenta parte de quadrilha flagrada pouco antes de explodir caixas eletrônicos nesta madru

15/02/2012

Parte da quadrilha flagrada pouco antes de explodir três caixas eletrônicos nesta madrugada, em Penha, foi apresentada pelos policiais da Deic (Delegacia Estadual de Investigações Criminais) na manhã desta quarta-feira. Além dos três homens presos, um dos assaltantes foi morto a tiros pelos policiais. Ainda há um homem foragido e as buscas por ele continuam. A ação policial começou por volta de 3h desta quarta-feira.

A operação dinamite, em referência aos explosivos usados para destruir caixas eletrônicos, que contou com a participação das polícias civil e militar, foi deflagrada nas primeiras horas da mardrugada desta quarta-feira. Os agentes da Deic estavam com escutas telefônicas e monitorando os passos da quadrilha. Quando os bandidos definiram a data do ataque, os policiais se preparam para o flagrante.

Ainda era madrugada quando equipes da Deic partiram de Florianópolis para o Litoral Norte do Estado. Lá, policiais civis e militares também aguardavam o momento de agir. Assim que a quadrilha entrou na agência e começou a descarregar os materiais para a explosão, a voz de prisão foi dada. Os bandidos reagiram e um intenso tiroteio teve início.

Ao lado da agência do Banco do Brasil no Centro da cidade, alvo da mais recente ação da quadrilha, uma mancha de sangue mostrava que um dos assaltantes havia sido baleado. Ele morreu no local.

Outro envolvido havia fugido em um carro e capotou o veículo na rodovia SC-414, no entorno do parque Beto Carrero World. Ele fazia o papel de apoio para garantir a fuga da quadrilha quando o ataque terminasse, mas fugiu quando o tiroteio começou.

Outros três homens foram presos ainda pela manhã. Ailton dos Santos Fonseca, de 30 anos, Jefferson Correa de Azevedo, 25, e Fabrício Chaves Barreto, 24, foram apresentados no fim da manhã. A polícia ainda faz buscas pelo quinto envolvido no ataque.

Segundo as investigações, o bando é do Paraná, faz parte de uma organização ainda maior. Pela manhã, agentes civis e militares fizeram uma varredura em casas, comércios e terrenos baldios na tentativa de localizá-lo.

Com o bando, a polícia apreendeu 15 banananas de dinamite, sendo que havia dois conjuntos de três bananas com estopim armado para explodir. Também foram apreendidas quatro pistolas 380 e uma espingarda.

De acordo com os policiais do Deic, a quadrilha estava baseada em uma casa alugada em Camboriú. Lá, mais três mulheres foram presas e devem prestar depoimento ainda nesta quarta-feira. A polícia quer saber qual o envolvimento delas com os homens que estavam na ação, em Penha.


Fonte:DIÁRIO CATARINENSE

SD REGULADORA DE SINISTRO © 2011

ITAJAÍ/SC - 47 3368-6248 - regulacao@sdreguladora.com.br - Rua Almirante Tamandaré. 393 - Centro - CEP: 88301-430
QUAX Design Inteligente