Homem morre degolado depois de pedir para cunhados diminuírem volume do som no Oeste

21/11/2011

A discussão por causa de som alto terminou na morte de um homem no fim da noite de domingo no bairro Maria Goretti, em Chapecó. Gentil Santin Cardoso, de 40 anos, foi degolado por golpes de facão, segundo a Polícia Militar (PM).

Durante a tarde de domingo, Gentil estava em casa na companhia dos cunhados Osmar Alves dos Santos, 21, e Geraldo Alves dos Santos, que ainda não teve a idade informada pela polícia. Um adolescente de 17 anos também encontrava-se no local.

De acordo com informações repassadas para a PM, os quatro passaram o dia bebendo na residência da vítima. Por volta das 23h, Gentil foi dormir. Alguns minutos depois, ele se levantou e pediu para o jovens diminuírem o volume do som.

Neste momento os quatro começaram a discutir. Os cunhados e o adolescente agrediram e, com golpes de facão, degolaram a vítima. A irmã dos agressores e mulher da vítima presenciou o crime. Um menino de seis anos, filho do casal, também estava na casa e viu o assassinato do pai.

Uma guarnição da PM foi acionada e prendeu, em flagrante, Osmar e apreendeu o adolescente. Eles estavam tentando fugir, quando os soldados localizaram os dois, que apresentavam marcas de sangue nas roupas. Osmar também sofreu um corte na mão.

Os dois jovens foram encaminhados para a delegacia de polícia. Prestaram depoimento e confessaram o crime. De acordo com o relato dos dois, eles confirmaram que a briga teria começado por causa do volume do som. Até o início da manhã desta segunda-feira, Geraldo continuava foragido.

Fonte: DIÁRIO CATARINENSE

SD REGULADORA DE SINISTRO © 2011

ITAJAÍ/SC - 47 3368-6248 - regulacao@sdreguladora.com.br - Rua Almirante Tamandaré. 393 - Centro - CEP: 88301-430
QUAX Design Inteligente