Vigilância Ambiental orienta como lidar com o caramujo africano

11/11/2011

Com a chegada do calor e do período de chuvas mais intensas, a Vigilância Ambiental de Joinville alerta sobre a possibilidade de uma nova infestação do caramujo africano gigante na cidade.

Apesar da aparência inofensiva, o molusco pode trazer risco à saúde e, em alguns casos, até levar à morte. Isso porque, conforme um laudo informado da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o caramujo hospeda dois tipos de vermes (angiostrongylos cantonensis e angiostrongytus costaricencis) que podem causar meningite eosinofílica (doença que atinge o sistema nervoso central) e perfurações no intestino.

De acordo com a Vigilância Ambiental, para eliminar o caramujo não é recomendado usar sal ou veneno. Segundo o órgão, estes tipos de produtos matam os bichos, mas também poluem a terra.

A melhor maneira de acabar com caramujos é recolhê-los – com as mãos protegidas por luvas descartáveis ou um saco plástico –, colocá-los em sacos de lixo e levá-los até o posto de saúde mais perto. Todas as 56 unidades de saúde da cidade têm tonéis específicos para o depósito dos moluscos.

— Uma vez por semana, eles são recolhidos pela empresa de coleta de lixo do município e triturados. Depois, são jogados em uma vala séptica —, explica Bárbara Nied, coordenadora da Vigilância Ambiental da Secretaria da Saúde de Joinville.

A coordenadora lembra que a responsabilidade pela coleta dos moluscos é do dono do terreno.

O que fazer
- Certifique-se de que se trata do caramujo africano. Se tiver dúvida, procure um posto de saúde.
- Colete os moluscos sempre com luvas descartáveis ou sacos plásticos.
- Não coloque no lixo, pois podem transmitir infecção. Então, coloque em sacos plásticos e leve ao posto de Saúde ou Secretarias Regionais, lá existe tonéis para depositá-los.
- Não use veneno ou sal, pois afeta o meio ambiente.
- Não acumule entulho no quintal. O excesso de plantas também serve de criadouro para o caramujo.
- Não consuma alimentos que tiveram contato com o animal.
- Lave frutas, verduras e legumes, deixando ao menos dez minutos de molho em solução sanitária ou hipoclorito de sódio (uma colher de chá para cada litro de água).
- A Vigilância Ambiental de Joinville informa sobre pontos de coleta pelos telefones (47) 3433-1660 e 3432-2337 (7 às 18 horas).



Fonte: A NOTÍCIA

SD REGULADORA DE SINISTRO © 2011

ITAJAÍ/SC - 47 3368-6248 - regulacao@sdreguladora.com.br - Rua Almirante Tamandaré. 393 - Centro - CEP: 88301-430
QUAX Design Inteligente