Acusado assassinato e duas tentativas de homicídio vai a júri popular em Joinville

10/11/2011

Terá início às 13 horas desta quinta-feira, o julgamento de Sidnei Duarte de Lima, o Beiço, acusado de assassinar Luiz Paulo Fernandes, na época com 20 anos, e balear outras três pessoas - dois adolescentes, de 16 e 17 anos, e Acir de Souza, 34 - em frente a uma casa noturna, no Floresta.

O crime aconteceu na madrugada do dia 12 de junho de 2010. Sidnei responderá por homicídio duplamente qualificado, devido a impossibilidade de defesa da vítima, e duas tentativas de homicídio qualificado.

Segundo o promotor da 1ª Vara Criminal, Ricardo Paladino, que atuará no júri, a prova não deixa dúvidas que ele cometeu os crimes e que deve ser condenado.

— Além da confissão policial, há uma filmagem que mostra a brutalidade de como ocorreu —, diz.

O crime foi flagrado pelas câmeras de segurança do lado externo do clube e as imagens auxiliaram a polícia na identificação do acusado. O crime aconteceu após uma briga no interior do clube.

Após se envolver em uma discussão com outras seis pessoas, Sidnei foi até sua casa buscar o revólver. Ele esperou o grupo sair da casa noturna e efetuou os disparos. Se condenado pelos crimes, o réu poderá ser sentenciado a 28 anos de reclusão.

O defensor do acusado, o advogado criminalista Antônio Luiz Lavarda, alegará no júri que o homicídio e as tentativas cometidas por seu cliente ocorreram em legítima defesa. Além disso, ele tentará desclassificar as acusações para homicídio simples ao invés de qualificado para tentar diminuir a pena.

Fonte: A NOTÍCIA

SD REGULADORA DE SINISTRO © 2011

ITAJAÍ/SC - 47 3368-6248 - regulacao@sdreguladora.com.br - Rua Almirante Tamandaré. 393 - Centro - CEP: 88301-430
QUAX Design Inteligente