Recuperação da Ponte Hercílio Luz não vai desafogar trânsito em Florianópolis, diz Deinfra

01/04/2011

A recuperação do maior cartão-postal de Santa Catarina, a Ponte Hercílio Luz, que liga o Continente à Ilha, não deve acabar com os problemas de mobilidade urbana de Florianópolis.

Em entrevista ao Jornal do Almoço, o superintendente do Deinfra, responsável pela restauração da ponte, Paulo Meller, afirmou que, voltando a funcionar, a Hercílio Luz não deve diminuir o fluxo de veículos que trafegam pelas pontes Colombo Salles e Pedro Ivo Campos, onde congestionamentos são rotina.

Segundo o superintendente, a terceira ligação da Ilha/Continente teria apenas duas pistas e, assim, sua utilização para transportes de passageiros ou de veículos de passeio não seria expressiva. Uma das sugestões do responsável é a passagem de um trem de passeio, tendo em vista que a restauração é mais voltada para o segmento turístico do que para desafogar o trânsito.

Outro ponto que causa preocupação, apontado por Meller, é a estrutura do ponto turístico..

— A Hercílio Luz é sustentada por quatro apoios. Três apresentam grandes fissuras e apenas um não está comprometido — alerta

A expectativa do Deinfra é de que a restauração completa das bases de sustentação esteja pronta até 2013. Até lá, o superintendente não garante que a estrutura continue em pé. Na avaliação do superintendente, em condições normais, a ponte pode aguentar. Mas no caso de algum fenômeno natural, não pode assegurar que construção permaneça intacta.

Para que todas as melhorias na Hercílio Luz sejam executadas, e a passagem de pedestres e veículos retomada, são necessários R$ 170 milhões em investimentos. De acordo com o responsável pelas obras, o governo do Estado não tem condições de, sozinho, arcar com os custos, por isso serão buscadas parcerias para captação de recursos.

A Hercílio Luz foi inaugurada em 1926 e sua restauração iniciou em 1982, quando foi fechada pela primeira vez por medidas de segurança. Seis anos mais tarde foi liberada, mas pouco tempo depois foi novamente interditada e assim permanece até hoje. Em 2005 o governo do Estado retomou os trabalhos para uma nova recuperação, com previsão de conclusão para 2012.

Fonte: DIÁRIO CATARINENSE




SD REGULADORA DE SINISTRO © 2011

ITAJAÍ/SC - 47 3368-6248 - regulacao@sdreguladora.com.br - Rua Almirante Tamandaré. 393 - Centro - CEP: 88301-430
QUAX Design Inteligente