Presa quadrilha suspeita de vender droga em cidades da Serra e do Litoral de SC

25/10/2011

A Polícia Civil de Lages apresentou na manhã desta terça-feira quatro pessoas supostamente envolvidas em uma quadrilha suspeita de comandar o tráfico de drogas em algumas regiões de Santa Catarina e do Paraná.

O bando tem pelo menos 18 integrantes e seria responsável por distribuir entorpecentes em Lages, Tijucas, Itapema, Balneário Camboriú e Foz do Iguaçu (PR).

Os quatro presos são Francielle da Rosa, 25 anos, e Jair Erikson de Oliveira, 29, capturados nesta terça em Lages, onde nasceram; e Vânia Maia, de idade não informada e natural de Foz do Iguaçu, e João Fernando Batista, 30, de Florianópolis, presos na segunda-feira em Foz.

A quadrilha estava na mira da Polícia Civil de Lages desde o começo de agosto, quando foram presos em flagrante Odair de Souza Leite, 32, de Campo Alegre; Marlene da Silva, 44, de Matelândia (PR); e dois adolescentes. O grupo tinha um quilo de cocaína conhecida como nine (99 em inglês). Segundo o delegado Marcio Schütz, a droga tem alto teor de pureza e rende até sete vezes o peso original quando misturada a outros produtos.

As investigações continuaram e levaram à prisão, no dia 17 de setembro, de mais cinco pessoas, entre elas Jaime Medeiros, 34, e sua irmã, Tânia Medeiros Varela, 38, de Realeza (PR) e considerados pelo delegado Marcio Schütz como os principais integrantes da quadrilha. Com eles foram apreendidos cinco quilos de maconha e um de crack.

Com as quatro prisões de agosto e as cinco de setembro, somando nove pessoas, a Divisão de Investigação Criminal (DIC) descobriu que pelo menos outras nove faziam parte da organização criminosa. Assim, na segunda-feira, iniciou a Operação Caminho Invertido, nome sugerido em virtude do avanço dos policiais pela rota do tráfico.

Com 11 mandados de prisão os policiais foram à caça dos suspeitos em Lages, no litoral e em Foz do Iguaçu. Quatro mandados resultaram nas prisões de Francielle, Jair, Vânia e João. Outros cinco foram cumpridos contra pessoas que já estão presas por outros crimes nos presídios de Caçador, Capinzal, Rio do Sul e Lages, mas duas delas – Odair e Marlene - já eram conhecidas da DIC.

Assim, dos 18 suspeitos, 16 já foram presos. A polícia procura outros dois que estão foragidos. Todos responderão por tráfico de drogas, associação para o tráfico e formação de quadrilha. As apreensões de drogas somam cinco quilos de maconha, um de cocaína e um de crack.


Fonte: DIÁRIO CATARINENSE

SD REGULADORA DE SINISTRO © 2011

ITAJAÍ/SC - 47 3368-6248 - regulacao@sdreguladora.com.br - Rua Almirante Tamandaré. 393 - Centro - CEP: 88301-430
QUAX Design Inteligente