Por mais segurança, taxistas de Itajaí instalam cabines blindadas em carrosA única abertura na cabin

10/06/2011

Os três assaltos que sofreu desde que começou a trabalhar como taxista, há 12 anos, trouxeram a insegurança para vida de José Sílvio Nicolau, 54 anos. Na última vez em que foi vítima de bandidos, levou um tiro de raspão na mão. Para se proteger dos assaltantes, há quatro meses Nicolau instalou uma cabine blindada no táxi que divide com um colega.

- Estou trabalhando mais tranquilo. Hoje, quando vem duas ou três pessoas de madrugada pedir uma corrida e meus colegas se recusam a fazer, por medo, eu faço - afirma.

O táxi de Nicolau foi o segundo equipado com a cabine em Itajaí. De fabricação nacional, o sistema separa o motorista dos passageiros por placas de acrílico, capazes de suportar o impacto de tiros de armas até o calibre 38. A única abertura na cabine é um recorte, por onde é feito o pagamento. O medo dos motoristas é justificado pelas estatísticas.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Taxistas de Itajaí, Orli Antônio Pacheco, pelo menos quatro taxistas são assaltados todos os meses. Ele diz que, na maioria das vezes, os assaltantes não querem o carro, mas levam dinheiro e celulares.

- A maioria dos taxistas nem registra boletim de ocorrência por medo de represálias - diz.

Pacheco acredita que as cabines sejam uma garantia de mais segurança aos motoristas, mas acha que o preço da instalação - R$ 3,5 mil - é muito alto. Mesmo assim, pretende avaliar o resultado nos táxis em que as placas foram implantadas e considera a possibilidade de estender a medida de segurança para os demais profissionais. Se implantada, a cabine pode evitar situações como a que enfrentou um taxista de Itajaí na madrugada de terça-feira.

O homem de 24 anos foi baleado no pescoço por um cliente, após um desentendimento sobre o preço da corrida. Apesar de não ter um levantamento do número de crimes cometidos contra taxistas em Itajaí, o delegado Regional Rui Garcia defende a instalação das cabines:

- O taxista tem de estar preparado, pois não sabe quem é o passageiro. As cabines certamente dificultam a ação dos bandidos.


Fonte: JORNAL DE SANTA CATARINA

SD REGULADORA DE SINISTRO © 2011

ITAJAÍ/SC - 47 3368-6248 - regulacao@sdreguladora.com.br - Rua Almirante Tamandaré. 393 - Centro - CEP: 88301-430
QUAX Design Inteligente